17 abril 2015

A prática de Yoga na minha vida

Quem também me acompanha no instagram, tem visto que diariamente compartilho algumas fotos praticando Yoga. Essas fotos fazem parte de um programa de asanas (posturas/ poses) que uma instrutora de Yoga propõe mensalmente para serem feitos durante a prática. Aderi a tentar fazê-los pois não é de hoje que pratico Yoga e há 3 anos estava afastada, então era uma forma de me auto desafiar.

O Yoga entrou na minha vida pela primeira vez em 2001 mas foi só em 2003 que comecei realmente a levar a prática mais a sério, tentar entender tudo o que transformava em mim, através de um instrutor excepcional que tive, Jean Rojas.

Já tive práticas mais voltadas para swasthya, ashtanga, hatha e iyengar. Particularmente, acho que tenho muita afinidade com ashtanga mas não sei se conseguiria levar tão a fundo como a prática deste tipo orienta.

Minha última prática orientada por um instrutor foi em 2012, com a maravilhosa Adriana Braga, que me acompanhou até 40 semanas de gravidez, 1 semana antes de meu filho nascer.
sentada confortavelmente em samanasana dias antes de kenzo nascer

Dessa vez não tenho um instrutor para me acompanhar e orientar o que preciso melhorar. Sinto muita falta dos meus queridos e espetaculares Jean e Adriana, mas tenho filmado algumas posturas que faço e visualizando o passo a passo, lembrando de tudo o que os dois falavam durante a prática, vou tentando corrigir. Tem sido um auto desafio interessante pois antes de praticar, pesquiso o que vou fazer, de que forma devo tentar fazer e o que aquilo me proporcionará.
e agora, ele quer aprender :)

Acho que o instrutor é fundamental na vida de um praticante, mas também sei que essa prática é um desenvolvimento pessoal e por isso vou levando desta forma, até poder ter outra pessoa maravilhosa para me orientar como já tive e recomendo que todos façam dessa maneira, não saiam simplesmente imitando o que alguém faz sem ter orientação, principalmente quando não envolve apenas questões físicas.

O Yoga é muito mais que posturas físicas, elasticidade e força, para mim é busca de autoconhecimento, equilíbrio emocional, paciência, tolerância e principalmente, respirar direito, pois minha personalidade às vezes tende à passionalidade e nada melhor que respirar antes de qualquer atitude :)

Namastê

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por entrar em contato