29 abril 2015

Arroz integral turbinado barbaramente saudável :)

Dica da minha nutri que dá super certo e fica riquíssimo em nutrientes, acrescentar chia, quinoa ou amaranto em grãos junto com o arroz no cozimento. Como tinha os 3, utilizei todos (ok, um pouco de exagero rs), mas ficou muito bom e não altera o sabor.

amaranto, quinoa vermelha e chia
Ingredientes que utilizei:

- 1 xícara de arroz integral
- 1 colher de sopa de chia em grãos
- 1 colher de sopa de amaranto em grãos
- 1 colher de sopa de quinoa em grãos
- Sal, cebola e alho a gosto para temperar





Preparo:

Ontem, uma super dica que a Bela Gil deu no programa dela foi para deixar o arroz de molho por pelo menos 6 horas antes de cozinhar. Isso porque todos os grãos possuem ácido fítico que diminui a absorção de muitos nutrientes pelo organismo como o cálcio, cobre, ferro e zinco. Deixando de molho, esse ácido é neutralizado.
Então depois do molho, basta preparar o arroz como de costume, apenas acrescentando os demais grãos.
No caso do arroz integral, utilizo 3 xícaras de água para cada xícara de arroz.
Esse da foto está amarelinho porque acrescentei um pouquinho de açafrão.

arroz integral barbaramente saudável



26 abril 2015

Batata Yacon - já ouviu falar?

Ontem, compartilhei no instagram a foto de um prato que preparei utilizando a yacon, mas nem todos conhecem.

Muito semelhante a uma batata doce na aparência, porém com casca escura, a yacon é originária dos Andes e é consumida há muito tempo em vários países da América Latina. Tem grande produção no interior de São Paulo e por aqui é facilmente encontrada. Um pouco mais cara que a inglesa e a doce, porém seus benefícios compensam o preço.

Também conhecida como "batata do diabético" é recomendada no tratamento de colesterol alto e diabetes tipo 2 pois possui inulina, um açúcar de baixa caloria que não ocasiona picos de glicemia, e frutooligossacárico, sendo rica em fibras que estimulam a flora intestinal.

"Os carboidratos da batata yacon, por serem de lenta absorção, liberam o açúcar no sangue em baixas quantidades, equilibrando as taxas de glicose do organismo e, consequentemente ajudando a controlar a doença, como fazem as fibras" (Roberto Navarro, nutrólogo)

E também:
- tem poucas calorias
- aumenta a saciedade
- fortalece a imunidade
- rica em potássio

O sabor é semelhante a uma pera mais dura, praticamente sem gosto e é recomendado que se coma crua, mas não fica ruim quando cozida num ensopado, por exemplo, entretanto, seus nutrientes são mais presentes quando consumida crua.

Como em casa, ninguém gosta de consumi-la crua, utilizo substituindo a batata inglesa, por exemplo, como na foto abaixo. Assim, os carnívoros da família consomem :)



fontes: sites "revista viva saude" e "minha vida"






17 abril 2015

A prática de Yoga na minha vida

Quem também me acompanha no instagram, tem visto que diariamente compartilho algumas fotos praticando Yoga. Essas fotos fazem parte de um programa de asanas (posturas/ poses) que uma instrutora de Yoga propõe mensalmente para serem feitos durante a prática. Aderi a tentar fazê-los pois não é de hoje que pratico Yoga e há 3 anos estava afastada, então era uma forma de me auto desafiar.

O Yoga entrou na minha vida pela primeira vez em 2001 mas foi só em 2003 que comecei realmente a levar a prática mais a sério, tentar entender tudo o que transformava em mim, através de um instrutor excepcional que tive, Jean Rojas.

Já tive práticas mais voltadas para swasthya, ashtanga, hatha e iyengar. Particularmente, acho que tenho muita afinidade com ashtanga mas não sei se conseguiria levar tão a fundo como a prática deste tipo orienta.

Minha última prática orientada por um instrutor foi em 2012, com a maravilhosa Adriana Braga, que me acompanhou até 40 semanas de gravidez, 1 semana antes de meu filho nascer.
sentada confortavelmente em samanasana dias antes de kenzo nascer

Dessa vez não tenho um instrutor para me acompanhar e orientar o que preciso melhorar. Sinto muita falta dos meus queridos e espetaculares Jean e Adriana, mas tenho filmado algumas posturas que faço e visualizando o passo a passo, lembrando de tudo o que os dois falavam durante a prática, vou tentando corrigir. Tem sido um auto desafio interessante pois antes de praticar, pesquiso o que vou fazer, de que forma devo tentar fazer e o que aquilo me proporcionará.
e agora, ele quer aprender :)

Acho que o instrutor é fundamental na vida de um praticante, mas também sei que essa prática é um desenvolvimento pessoal e por isso vou levando desta forma, até poder ter outra pessoa maravilhosa para me orientar como já tive e recomendo que todos façam dessa maneira, não saiam simplesmente imitando o que alguém faz sem ter orientação, principalmente quando não envolve apenas questões físicas.

O Yoga é muito mais que posturas físicas, elasticidade e força, para mim é busca de autoconhecimento, equilíbrio emocional, paciência, tolerância e principalmente, respirar direito, pois minha personalidade às vezes tende à passionalidade e nada melhor que respirar antes de qualquer atitude :)

Namastê

14 abril 2015

Cranberry (oxicoco) - minha paixão

Você conhece essa frutinha deliciosa?

No Brasil, é mais comum encontrarmos os sucos, mas também é facilmente encontrada desidratada, muito semelhante às passas, só que vermelha e bem mais cara:( Nos mercados municipais custa em torno de R$58/kg mas compro na zona cerealista por R$38/kg.

Além de deliciosamente azedinha tem propriedades muito benéficas para a saúde.

"O cranberry é rico em proantocianidina, substância apontada por estudos como sendo de 15 a 25 vezes mais potente do que a vitamina E para inibir a aderência de bactérias do tipo E.coli na mucosa da bexiga, combatendo infecções do trato urinário. A fruta ainda é composta pelas vitaminas C e E, mas tais nutrientes se tornam pouco significativos dentro de uma dieta que respeite a recomendação diária de ingestão do alimento. O cranberry ainda oferece substâncias antioxidantes, como os flavonoides e ácidos fenólicos ao organismo.

O principal destaque do cranberry é a crescente evidência de sua eficácia na prevenção de infecções do trato urinário, como a cistite. A fruta também é utilizada por pacientes com bexiga neurogênica, doença do sistema nervoso ou de nervos envolvidos no controle da micção, assim como por pessoas que sofrem de incontinência urinária com o objetivo de desodorizar a urina.

Algumas pessoas usam cranberry para aumentar o fluxo de urina, matar germes, acelerar a cicatrização da pele e baixar a febre. A ingestão da fruta ainda é comum entre portadores do diabetes tipo 2, da síndrome da fadiga crônica, do escorbuto, da pleurisia, decâncer e de doenças cardiovasculares pelo alto teor de antioxidantes nela presentes.

Estudos mostram ainda que a presença de proantocianidinas é capaz de impedir a fixação da bactériaHelicobacter pylori na mucosa estomacal, evitando, assim, gastrites e úlceras. Há evidências também de que o cranberry seja capaz de barrar a colonização de bactérias periodontopatogênicas, causadoras da placa bacteriana."

Mas, como tudo na vida, cuidado com os excessos. Pode soltar o intestino e alguns sucos disponíveis também levam açúcar, então sempre leia o rótulo.

fontes: minha vida e cranberrybrasil