08 fevereiro 2015

Rotina com pouca água estabelecida

Desde o último texto que escrevi sobre nosso dia a dia com a nova realidade, pouca coisa mudou, por isso não continuei com o diário se não seria um pouco cansativo para todos falar sempre a mesma coisa.
A Sabesp já assumiu que tem redução de pressão de abastecimento das 13h `as 06h diariamente, só que onde moro há um agravante, fica numa parte elevada do bairro, então com a pressão reduzida, a água simplesmente NÃO CHEGA nesse período.
No prédio há reservatório para 20 mil litros de água, sendo 52 apartamentos. Atualmente, isso tem sido suficiente para as 6 horas de água liberada que temos.
Em uma reunião há uns dias atrás foi espantoso ver o quanto alguns permanecem sem consciência do que acontece e sem espírito de coletividade. Houve comentários do tipo :
- a água tem que ser aberta para escovar meus dentes...(já ouviu falar em guardar um copo de agua?)
- se a água vai ficar aberta por mais tempo, os moradores têm que ser comunicados... (já ouviu falar em abrir a torneira e ver se tem água ou não?)
- tem que contratar um funcionário só para ficar abrindo e fechando os registros do prédio... (oi????)
Depois desse bando de asneiras, conseguimos chegar num consenso que a água fica aberta das 7h `as 10h e das 19h `as 22h. Assim dá para atender a maioria para tomar banho, cozinhar, lavar roupa e reservar um pouco só para o necessário no horário sem água.
Decidimos também fazer o poço artesiano, não que seja uma garantia de abastecimento permanente, mas é uma alternativa.
Diante de tudo isso, ainda teve quem perguntasse ao porteiro, dias depois, quando o racionamento acabaria! Como assim??? Pergunta pra Sabesp e pro Alckmin!
E detalhe, reclamaram que estavam sendo colocados comunicados de conscientização no elevador porque todas essas informações já sabiam, então tá ne...
Com a rotina já estabelecida, me organizei e já acostumei com o que preciso fazer para não passar aperto:
- armazenamos 15 litros de água limpa para qualquer imprevisto. Raramente uso essa água diariamente;
- compramos 40 litros de água mineral e também guardamos. Apesar de que enquanto não encontro o filtro de barro que quero, estamos bebendo só essa, pois não confio em apenas uma filtragem dessa água atual já que nem liberam os testes de qualidade feitos... se é que fazem...
- continuamos armazenando água do banho para reuso nas descargas
- permanecemos com todas as práticas de economia descritas nos textos

foto: Instituto Akatu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por entrar em contato