07 janeiro 2015

Lixo - o quanto podemos reduzir?

Semana passada, ao assistir o documentário "Lixo - um problema global", fiquei observando ainda mais a quantidade de lixo que produzimos em casa.
Já há um bom tempo, separamos o lixo para reciclagem e me espanto um pouco com a quantidade de lixo plástico que juntamos semanalmente, mesmo utilizando poucos industrializados, e tenho consciência que precisamos reduzir.
Nosso lixo orgânico nem é tão volumoso, em torno de 3l por dia, considerando uma família com 2 adultos e 1 criança, uma vez que é muito raro estragar alimento em casa e boa parte dos alimentos que consumimos, utilizamos 100% ou muito próximo disso, mesmo assim também podemos reduzir.
Meu grande dilema foram as fraldas. Quando meu filho nasceu, cheguei a pensar em usar fraldas de pano, mas me questionei muito e não cheguei a nenhuma conclusão,  se seria pior poluir o meio ambiente com as descartáveis ou gastar água para lavar as de pano. Acabei adotando as descartáveis. Com certeza o melhor teria sido adotar o método "elimination communication" onde os pais observam os sinais do bebe e no momento em que fará alguma necessidade, é levado ao vaso sanitário, desde recém nascido, mas não me senti apta para isso.
Na tentativa de cada vez mais reduzir a quantidade de plástico no lixo, 2 práticas podem ser facilmente adotadas no dia a dia:
- o uso de sacolas retornáveis
- o reuso de sacos plásticos na compra de vegetais e frutas ou até o não uso dos mesmos. Por exemplo, para que colocar cachos de bananas em sacos plásticos para pesar?
Isso sem falar na questão dos copinhos plásticos em locais públicos, no trabalho, etc. Acabamos também entrando no questionamento - mas se usar vidro, vai gastar água para lavar.
Só que no trabalho, não vamos lavar o copo a cada vez que bebemos água ou café, não tem necessidade.
Muitos devem ter visto a matéria com Lauren Singer, uma americana que não produz lixo há 2 anos. Quem não viu, vale a pena.
Também tem outra matéria bastante interessante com uma familia.
E aí, vamos tentar reduzir ao máximo?
Tem alguma dica para compartilhar?

foto: natura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por entrar em contato